Doze mil alunos do Programa Travessia são diplomados em Pernambuco.

marca Doze mil alunos do Programa Travessia são diplomados em Pernambuco.

Os estudantes voltaram à sala de aula depois de abandonarem os estudos; o projeto é resultado de uma parceria entre o Governo de Pernambuco e a Fundação Roberto Marinho.

Aproximadamente doze mil alunos da primeira turma do Programa Travessia foram diplomados, no último domingo dia 26, no Centro de Convenções, em Olinda. O projeto, do Governo de Pernambuco em parceria com a Fundação Roberto Marinho, leva de volta para as salas de aula alunos que tinham parado de estudar ou que estavam com o ensino defasado.

Eles estudaram durante um ano e meio para ter a oportunidade de aprender uma profissão e garantir um futuro melhor.

O programa começou em 2007, utiliza o método do tele-curso para levar de volta às salas de aula jovens e adultos que tinham parado de estudar.

No início da cerimônia os estudantes receberam um recado emocionante do cantor Milton Nascimento, autor da música que deu o nome ao programa. Os atores Caio Blat e Dedina Bernardelli, que atuam nas tele-aulas de sociologia, também participaram da cerimônia. Os estudantes comemoraram a formatura com um show da banda Nação Zumbi.

Em Araripina a Solenidade de Conclusão do curso do Programa de Aceleração de Estudos de Pernambuco do Ensino Médio, aconteceu sexta-feira dia 06/11,  na Quadra Poliesportiva da AEDA, ás 19hs, onde mais de 400 alunos receberam seus diplomas.

Travessia:
A iniciativa foi implantada pela Secretaria de Educação em 256 escolas estaduais, em parceria com a Fundação Roberto Marinho, por conta do alto percentual de distorção registrado na rede estadual. Dos 370 mil alunos matriculados no ensino médio, 70% estão em defasagem. Em números absolutos são cerca de 260 mil estudantes fora de faixa que devem participar do programa até 2009. Anualmente, são gastos cerca de R$ 400 milhões com a reprovação e o abandono dos estudos, que poderiam ser investidos em outras ações, como melhoria da estrutura física e informatização das unidades de ensino.

O programa teve duração de 15 meses. Ao todo, 18 mil estudantes, distribuídos em 514 turmas em 59 municípios, foram beneficiados este ano. Nesta primeira etapa participam as Gerências Regionais de Educação (GRE’s) Recife Norte e Sul; Metropolitana Norte e Sul; Palmares, Nazaré da Mata, Garanhuns, Petrolina, Araripina e Vitória de Santo Antão. Para o ano que vem, a meta é que todo o Estado seja contemplado.

Sobre o autor

Wagner Pereira

Aux. de Administração da CDL - Araripina-PE - Gerente Administrativo e financeiro do site www.araripina.com.br - Proprietário da WVSERVIWEB - Desenvolvimento de sites e Soluções web. Manutenção e Montagem de Computadores: Formatação, remoção de vírus, instalações de programas. Conhecimentos da Plataforma dinâmica Wordpress, para desenvolvimento de blogs, portais e sites.

2 Comentarios

  1. adooroo muiito o travessia fundamental pq eu estudo no travessia na escola da independencia a tarde e otimo vamos temina agora no final do ano . vai se muiito legal .

  2. eu terminei os meus estudos graçás ao travessia, e quero dizer para quem quer terminar estude no travessia q vale a pena……….
    eu adorei o progeto!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *